Escolha um idioma:
Alimentando o Espírito
 
alimentando-espirito
“Eu sou o pão da vida: aquele que vem a mim não terá fome, e aquele que crê em mim jamais terá sede” (Jo 6,35)
Conhecendo Deus pessoalmente

Conhecendo Deus pessoalmente

 

O que é preciso para se iniciar um relacionamento com Deus?

Esperar que um raio caia ? Devotar-se a obras de caridades em diferentes religiões? Tornar-se uma pessoa melhor para ser aceita por Deus? NADA disso. Deus deixou muito claro na Bíblia como podemos conhecê-lo.

Aqui estão Quatro Princípios que irão explicar como você pode iniciar um relacionamento pessoal com Deus, agora mesmo…

 

PRIMEIRO PRINCÍPIO: Deus ama você e tem um plano maravilhoso para sua vida.

O AMOR DE DEUS

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3.16).

O PLANO DE DEUS

Cristo afirma: “…eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância” [Uma vida completa e com propósito] (João 10.10).

Por que a maioria das pessoas não está experimentando essa “vida em abundância”?

Porque…

SEGUNDO PRINCÍPIO: O homem é pecador e está separado de Deus; por isso não pode conhecer nem experimentar o amor e o plano de Deus para sua vida.

O HOMEM É PECADOR

“Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus” (Romanos 3.23).

O homem foi criado para ter um relacionamento perfeito com Deus, mas por causa de sua desobediência e rebeldia, escolheu seguir seu próprio caminho e seu relacionamento com Deus se desfez. Esse estado de independência de Deus, caracterizado por uma atitude de rebelião ou indiferença, é evidência do que a Bíblia chama de pecado.

O HOMEM ESTÁ SEPARADO

“Porque o salário do pecado é a morte…” [separação espiritual de Deus] (Romanos 6.23).

Deus é santo e o homem é pecador. Um grande abismo separa os dois. O homem está continuamente procurando alcançar a Deus e a vida abundante, através de seus próprios esforços: vida reta, boas obras, religião, filosofias, etc…

A Terceira Lei nos mostra a única resposta para o problema dessa separação…

TERCEIRO PRINCÍPIO: Jesus Cristo é a única solução de Deus para o homem pecador. Por meio dele você pode conhecer e experimentar o amor e o plano de Deus para sua vida.

ELE MORREU EM NOSSO LUGAR

“Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores” (Romanos 5.8).

ELE RESSUSCITOU DENTRE OS MORTOS

“…Cristo morreu pelos nossos pecados… foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras, e apareceu a Pedro e depois aos Doze. Depois disso apareceu a mais de quinhentos..” (1 Coríntios 15.3-6).

ELE É O ÚNICO CAMINHO

“Respondeu Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim” (João 14.6).

Deus tomou a iniciativa de ligar o abismo que nos separa dele ao enviar seu Filho, Jesus Cristo, para morrer na cruz em nosso lugar, pagando o preço de nossos pecados.

Mas não é suficiente conhecer essas três leis…

QUARTO PRINCÍPIO: Precisamos receber a Jesus Cristo como Salvador e Senhor, por meio de um convite pessoal. Só então poderemos conhecer e experimentar o amor e o plano de Deus para nossa vida.

PRECISAMOS RECEBER A CRISTO

“Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus” (João 1.12).

RECEBEMOS A CRISTO PELA FÉ

“Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie” (Efésios 2:8-9).

RECEBEMOS A CRISTO POR MEIO DE UM CONVITE PESSOAL

Cristo afirma: “Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei…” (Apocalipse 3.20).

Receber a Cristo implica arrependimento, significa deixar de confiar em nossa capacidade para nos salvar, crendo que Cristo é o único que pode perdoar nossos pecados. Apenas saber que Jesus Cristo é o Filho de Deus e que morreu na cruz pelos nossos pecados, não é suficiente. É necessário receber a Cristo pela fé, por meio de uma decisão pessoal.

Há dois círculos representando dois tipos de vida:

 

A vida controlada pelo “EU”. O “EU” no centro da vida. Cristo fora da vida. Interesses controlados pelo “EU”, geralmente, causando discórdias e frustrações.

 

A vida controlada por Cristo. CRISTO no centro da vida. O”EU” fora do centro. Interesses controlados por Cristo, resultando em harmonia com o plano de Deus.

Qual dos dois círculos representa melhor sua vida? Qual deles você gostaria que representasse sua vida?

Gostaria de explicar como você pode receber a Cristo.

VOCÊ PODE RECEBER A CRISTO AGORA MESMO EM ORAÇÃO (ORAR É FALAR COM DEUS)

Deus conhece seu coração e está mais interessado na atitude de seu coração do que em suas palavras. A oração seguinte serve como exemplo:

“Jesus, eu preciso do Senhor. Abro a porta da minha vida e O recebo como meu Salvador e Senhor. Obrigado por ter morrido na cruz para perdoar meus pecados, por me dar a vida eterna, e por me aceitar como eu sou. Toma conta da minha vida e faça de mim a pessoa que deseja que eu seja. Amém”.

Você gostaria de receber a Cristo agora? Se for assim, faça essa oração e Cristo entrará em sua vida, como prometeu.

O que vem a seguir é uma longa jornada de mudança e crescimento enquanto você conhece melhor a Deus, lendo a Bíblia, orando e interagindo com outros Cristãos, durante toda a sua vida.

Convidei Jesus para entrar na minha vida (algumas informações úteis…)

 


A Bíblia Sagrada entre Nós.. Alimente-se
Encontre aqui algumas respostas para aquilo que você está vivendo.

Quando você estiver tentado a pecar
(Salmo 138)

Enfrentando uma crise
(Salmo 45) e (Salmo35 /55)

Desanimado
(Salmo 22)

Desconfiado
(Salmo 102 e 103; Jó, cap. 38-40)

Solitário ou triste
(Salmo 26)

Ansioso pela família
(Salmo 26)

Doente ou em sofrimento
(Salmo 90)

Cansado
(Mateus, 11:28-30; Romanos, 8:31-39)

Com medo da morte
(João, cap. 11,17 e 20; II Coríntios, cap. 4 e 5; Romanos, cap. 8; Apocalipse, cap. 7:21-22)

Confiando apenas nos seus bens
(Lucas, cap. 15 e 16)

Quando tudo lhe parecer ruim
(Isaías, 40)

Quando seu trabalho não apresentar resultados
(Salmo 36)

Quando você quiser ser feliz com o próximo
(Romanos 12)

Quando você preparar seu orçamento
(Lucas 19)

Quando você sair de casa para o trabalho ou uma viagem
(Salmo 120)

Quando lhe parecer que tudo vai de mal a pior
(II Timótio, 3)

Quando seus amigos o desiludirem
(I Coríntios 13)

Quando você ocupar um cargo de muita responsabilidade
(Josué , cap. 1)

Quando você tiver sofrido grandes perdas
(Romanos 8)

Quando você tiver de lutar com problemas difíceis
(Efésios, últimos capítulos)

Quando você tiver pecado
(I João 1; João, 3:1-21; Isaías, 53 e Salmo 50)


Oração e Milagres com os Santos Protetores

Os Santos são pessoas que, pelo seu exemplo e testemunho de vida, inspiram-nos para estar cada vez mais perto de DEUS, assim como eles devem estar. E por isso, invocamos seus nomes pedindo que intercedam por nós à Deus, através de Seu Filho Jesus Cristo, em nossos momentos de dificuldade e aflição.

  Santo Expedito

N. Sra. Auxiliadora

 

Santa Edwirges

 São Judas Tadeu

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


A Bíblia suas definições, divisões e conteúdo segundo os Protestantes

Qual é o significado da palavra Bíblia ?

A palavra Bíblia vem da palavra grega “Biblios” que significa biblioteca.


Quais são os livros que formam a Bíblia Sagrada? Como está dividida?

A Bíblia está dividida em duas grandes partes:
1. Antigo Testamento: Que são todos os livros escritos a partir do séc. XV a.C. até o nascimento de Cristo. Contém a Lei de Deus dada a Moisés, a história do povo de Israel e suas reflexões, bem como a previsão da vinda do Messias, que se deu com a vinda de Jesus Cristo.
2. Novo Testamento: Que são todos os livros escritos após a vinda de Jesus até o final do séc. I d.C.. Traz a vida e as obras de Jesus, a criação e a expansão da Igreja, além de documentos de formação do povo cristão.
Essas duas grandes divisões estão, ainda, subdivididas de acordo com o conteúdo dos livros. Temos assim, para o Antigo Testamento:
1. Livros da Lei: também chamados de Pentateuco, isto é, os "cinco livros" de Moisés, que abrem a Bíblia, e falam da Criação de Deus e da formação de seu Povo Eleito: Israel.
2. Livros Históricos: são os livros que descrevem as guerras de Israel, bem como a história de seus reinos.
3. Livros Didáticos: ou sapienciais, apresentam a sabedoria e poesia dos hebreus.
4. Livros Proféticos: foram escritos por profetas que pregavam o arrependimento e preparavam o povo eleito para a chegada do Messias Salvador.
enquanto que, para o Novo Testamento, temos:
1. Livros do Evangelho: narram a vida, os ensinamentos, os milagres e a obras do Messias Jesus Cristo.
2. Livro Histórico: apresenta a instituição e expansão da Igreja Cristã, primeiro na Palestina e, a seguir, no mundo até então conhecido.
3. Epístolas: são as doutrinas e exortações escritas por alguns Apóstolos de Cristo e encaminhadas a comunidades ou fiéis cristãos.
4. Livro Profético: traz a vitória de Cristo e sua Igreja sobre as forças do mal e o juízo final.
Os livros que compõem a Bíblia são 73, sendo 46 do Antigo Testamento e 27 do Novo Testamento. São eles:
1. Gênese
2. Êxodo
3. Levítico
4. Números
5. Deuteronômio
6. Josué
7. Juízes
8. Rute
9. Samuel - Livro I
10. Samuel - Livro II
11. Reis - Livro I
12. Reis - Livro II
13. Crônicas - Livro I
14. Crônicas - Livro II
15. Esdras
16. Neemias
17. Tobias
18. Judite
19. Ester
20. Macabeus - Livro I
21. Macabeus - Livro II
22. Jó
23. Salmos
24. Provérbios
25. Eclesiastes
26. Cântico dos Cânticos
27. Sabedoria
28. Eclesiástico
29. Isaías
30. Jeremias
31. Lamentações de Jeremias
32. Baruc
33. Ezequiel
34. Daniel
35. Oséias
36. Joel
37. Amós
38. Abdias
39. Jonas
40. Miquéias
41. Naum
42. Habacuc
43. Sofonias
44. Ageu
45. Zacarias
46. Malaquias
47. Evangelho de Mateus
48. Evangelho de Marcos
49. Evangelho de Lucas
50. Evangelho de João
51. Atos dos Apóstolos
52. Epístola aos Romanos
53. 1ª Epístola aos Coríntios
54. 2ª Epístola aos Coríntios
55. Epístola aos Gálatas
56. Epístola aos Efésios
57. Epístola aos Filipenses
58. Epístola aos Colossenses
59. 1ª Epístola aos Tessalonicenses
60. 2ª Epístola aos Tessalonicenses
61. 1ª Epístola a Timóteo
62. 2ª Epístola a Timóteo
63. Epístola a Tito
64. Epístola a Filemôn
65. Epístola aos Hebreus
66. Epístola de Tiago
67. 1ª Epístola de Pedro
68. 2ª Epístola de Pedro
69. 1ª Epístola de João
70. 2ª Epístola de João
71. 3ª Epístola de João
72. Epístola de Judas
73. Apocalipse de João
(OBS.: Com relação à inexistência de alguns livros do Antigo Testamento nas Bíblias protestantes, ler artigo sobre o cânon da Bíblia na área de Apologética.)

Copyright (C) 1998, por Carlos Martins Nabeto
Todos os direitos reservados.


O Que é Pentecostes ?
pentecostes

Nasce uma nova humanidade do Espírito Santo doado por Jesus ressucitado. Começa a era do Espírito de Jesus que vai edificando uma nova realidade de vida, expressa na fé e no serviço. Ao doar seu Espírito aos apóstolos, Jesus concede o definitivo  tempo de perdão ao povo, que prolonga a sua missão. Para compreender essa realidade e essa nova linguagem,  é preciso viver o amor que supera todas as ivisões de raça, cor e condição social. Viver esse amor é comunica-lo aos outros. A Igreja herdou essa missão e, portanto, transmite a mesma mensagem. Existe, afinal alguém que não compreende a linguagem do amor? Quando toda a humanidade viver o amor, tudo será novo e a verdade aparecerá como certeza definitiva de um mundo pleno. A linguagem do amor é comunhão, participação, doação e serviço que constrói a unidade. Pentecostes é a celebração do nascimento da Ugreja como sinal e perseverança de uma nova humanidade.


Oração para os Desabitados(Sem Teto)
efigenia
Oração

 

A Vós. Pai bondoso, com fervor vos suplicamos por esta casa. pelos que nela vivem e por tudo o que ela contém. Abençoai e enriquecei-a com vossos bens.
Concedei-lhe prodigamente o orvalho do céu e a fertilidade da terra, os bens espirituais e as coisas necessárias para a vida. Que vossa benção permaneça sobre ela e que o vosso Espírito Santo penetre o coração e a vida de seus moradores, fazendo-os arder em amor por vós e pelo próximo. Que todas as pessoas que nela entrarem o acolhimento da bondade, do amor e da paz.

Pela intercessão de SANTA IFIGÊNIA, cuja causa protegestes, atendei nossas preces e fazei de nós o vosso lar.
Por Cristo Nosso Senhor, AMÉM!

Disse Jesus:"Quem me ama será amado por meu Pai. Eu e meu Pai viremos e faremos nele a nossa morada".
(João 14.21.23)

Entenda a Santíssima Trindade ....!!

Trindade : O Amor Maior
1ª Pessoa: O PAI (Mt.6.9.. Origem ação salvar,
p>Efesios 2.18
Escritura Mt 18.29 . Jesus . João 20.29
Ressuscitado . João 20.21 . Pai Mt.5-48
2ª Pessoa . O filho
Eu e o Pai somos um . João 10.30
Jesus . João 1.1.18 É enviado do Pai . João 5.30
Os Continuadores . Mt 28.18

3ª Pessoa: o Espirito Santo
João 14.26
At. 1.8
A força de Javé . A vida de Jesus 8.34 e 11.19
Pentecostes ., At. 2.1.55, João 16 e Atos 4.32.35
Fonte : contribuiçào da Irmà Fátima . Ordem religiosa das Irmàs Franciscanas e Angelinas Palestra na Igreja Sao Joao Bosco . Campo Grande MS . site 'www.paroquia saojoaobosco.com.br.'

fonte: Irmas Franciscanas Angelinas


Cronograma para ler os livros da Bíblia Sagrada

Faça o download do Cronograma para Leitura da Bíblia Sagrada


Conhecendo nos Melhor através da Bíblia Sagrada !!
(I)Nossa Responsabilidade Individual, (II) A Ciência da Fé e (III) O Verdadeiro Jejum !!!
I . Responsabilidade individual. Ezequiel – cap. 18
18. 1. A palavra do senhor foi – me – dirigida nestes termos: “por que repetis continuamente esse provérbio entre os israelitas: 2. Os pais comeram uvas verdes, mas são os dentes dos filhos que ficam embotados? 3. Por minha vida – oráculo do senhor Javé – , não tereis mais ocasião de repetir, esse provérbio em Israel. 4. É a mim que pertencem as vidas, a vida do pai e a vida do filho. Ora, é o culpado que morrerá. 5 . O homem justo – que procede segundo o direito e a equidade, 6. que não participa dos festins das montanhas, que não volve os olhos para os ídolos da casa de Israel, que não desonra a mulher do próximo, e não tem relação com mulher durante o tempo de sua impureza, * 7. que não oprime ninguém, que restitui o penhor ao seu devedor, que não exerce a rapina, que dá seu pão aos famintos, e cobre com vestimenta o que está nu, 8. que não empresta à taxa usuária e não recebe com juros, que afasta a sua mão da iniquidade, e julga eqüitativamente entre um homem e outro, 9. que segue os meus preceitos e observa as minhas leis, para proceder com retidão – esse homem é um justo: certamente viverá. Oráculo do Senhor Javé. 10. “Porém, se esse homem gerou um filho violento e sanguinário, que comete( contra seu irmão) uma dessas faltas. 11. embora ele próprio não tenha cometido nenhuma; um filho que come nas montanhas e desonra a mulher do próximo. 12. que oprime o infeliz e o indigente, que pratica a rapina e não restitui o penhor, que ergue os olhos para os ídolos e comete abominações, 13. que faz empréstimo com usura e recebe juros, esse rapaz não poderá permanecer em vida. Após as abominações que houver cometido ele deve perecer, e seu sangue recairá sobre ele, 14. Se, pelo contrário, o homem gerou um filho que , à vista de todas as faltas cometidas por seu pai, tem o cuidado não imitá – lo,* 15. Um filho que não come nas montanhas e não volve os olhos para os ídolos da casa de Israel, que não desonra a mulher do próximo, 16. Não oprime ninguém, e não retém o penhor; não pratica a rapinagem, dá pão ao faminto e cobre com vestimenta o que está nu; 17. Que se abstém de causar dano ao infeliz, que não empresta com usura e nem recebe juros, mas observa os meus mandamentos e procede de conformidade com as minhas leis – esse filho não perecerá pelas iniquidade de seu pai mas certamente viverá. 18. É seu pai, que pelas violências e rapinas que cometeu contra o próximo e pelo mal que fez no meio do seu povo, é este que há de perecer por causa de suas faltas. 19.“Perguntais por que não leva o filho a iniquidade do pai! É que o filho praticou a justiça e a equidade, como observa e cumpre as minhas leis, também ele viverá. 20. É o pecador que deve perecer. Nem o filho responderá pelas faltas do pai nem o pai pelas do filho. E ao justo que se imputará sua justiça, e ao mau a sua malícia. 21. Se, no entanto, o mau renuncia a todos os seus erros para praticar as minhas leis e seguir a justiça e a equidade, então ele viverá decerto, e não há de perecer. 22. Não lhe será tomada em conta qualquer das faltas cometidas: ele há de viver por causa da justiça que praticou. 23. Terei eu prazer com a morte do malvado? – Oráculo do Senhor Javé. Não desejo eu, antes, que ele mude de proceder e viva?* 24. E, se um justo abandonar a sua justiça, se praticar o mal e imitar todas as abominações cometidas pelo malvado, viverá ele? Não será tido em conta qualquer dos atos bons que houver praticado. É em razão da infidelidade da qual se tornou culpado e dos pecados que tiver cometido que deverá morrer. 25 . “Dizeis: Não é justo o modo de proceder do Senhor. Escutai – me então, Israelitas: o meu modo de proceder não é justo? Não será o vosso que é injusto? 26. Quando um justo renunciar à sua justiça para cometer o mal e ele morrer, então é devido ao mal praticado que ele perece. 27. Quando um malvado renuncia ao mal para praticar a justiça e a equidade, ele faz reviver a sua alma. 28. Se ele se corrige e renuncia a todas as suas faltas, certamente viverá e não perecerá. E eis que a casa de Israel pretende que o modo de proceder do Senhor não seja justo? Não é acaso o vosso modo de proceder que é injusto? 30. Assim, pois, casa de Israel, é segundo o vosso próprio proceder que julgarei cada um de vós – Oráculo do Senhor Javé. Convertei – vos! Renuncia a todas as vossas faltas! Que não haja mais em vós o mal que vos faça cair. 31. Repeli para longe de vós todas as vossas culpas, para criardes em vós um coração novo e um novo espírito. Por que haveríeis de morrer, Israelitas? 32. Não sinto prazer com a morte de quem quer que seja – Oráculo do Senhor Javé! Convertei – vos, e vivereis!”
II. Hebreus . Cap. 11 . A origem da Fé ..!
Exemplo dos heróis do Antigo Testamento
11. 1. A fé é o fundamento da esperança, e uma certeza a respeito do que não se vê.* 2. Foi ela que fez a glória dos nossos antepassados. 3. Pela fé reconhecemos que o mundo foi formado pela palavra de Deus e que as coisas visíveis se originaram do invisível. 4. Pela fé Abel ofereceu a Deus um sacrifício bem superior ao de Caim, e mereceu ser chamado justo, porque Deus aceitou as suas ofertas. Graças a ela é que apesar de sua morte, ele ainda fala.* 5. Pela fé Henoc foi arrebatado, sem Ter conhecido a morte: e não foi achado, porquanto Deus o arrebatou; mas a Escritura diz que, antes de ser arrebatado, ele tinha agradado a Deus(Gên. 5,24). 6. Ora, sem fé é impossível agradar a Deus, pois para se achegar a ele é necessário que se creia primeiro que ele existe e que recompensa os que o procuram. 7. Pela fé na palavra de Deus, Noé foi avisado a respeito de acontecimentos imprevisíveis; cheio de santo temor, construiu a arca para salvar a sua família. Pela fé ele condenou o mundo e se tornou o herdeiro da justificação mediante a fé. 8. Foi pela fé que Abraão, obedecendo ao apelo divino, partiu para uma terra que devia receber em herança. E partiu não sabendo para onde ia. 9. Foi pela fé que ele habitou na terra prometida, como em terra estrangeira, habitando aí em tendas com Isaac e Jacó, Co – herdeiros da mesma promessa. 10. Porque tinha a esperança fixa na cidade assentada sobre os fundamentos (eternos), cujo arquiteto e construtor é Deus. 11. Foi pela fé que a própria Sara cobrou o vigor de conceder, apesar de sua idade avançada, porque acreditou na fidelidade daquele que lhe havia prometido. 12. Assim, de um só homem quase morto nasceu uma posteridade tão numerosa como as estrelas do céu e inumerável como os grãos de areia da praia do mar. 13. Foi na fé que todos (nossos pais) morreram. Embora sem atingir o que lhes tinha sido prometido, viram – no e o saudaram de longe, confessando que eram só estrangeiros e peregrinos sobre a terra ( Gên. 23,4). 14. Dizendo isto, declaravam que buscavam uma pátria. 15. Esse referissem àquela donde saíram, ocasião teriam de tornar a ela. 16. Mas não. Eles aspiravam a uma pátria melhor, isto é, a celestial. Por isso, Deus não se designa de ser chamado o seu Deus; de fato, ele lhes preparou uma cidade. 17. Foi pela sua fé que Abraão, submetido à prova, ofereceu Isaac, seu único filho, 18. depois de ter recebido a promessa e ouvido as palavras: Uma posteridade com o teu nome te será dada em Isaac (Gên. 21,12). 19 . Estava ciente de que Deus é poderoso até para ressuscitar alguém dentre os mortos. Assim, ele conseguiu que seu filho lhe fosse devolvido. E isso é um ensinamento para nós. 20. Foi inspirado pela fé que Isaac deu a Jacó e a Esaú uma benção em vista de acontecimentos futuros. 21. Foi pela fé que Jacó, estando para morrer, abençoou cada um dos filhos de José e venerou a extremidade do seu bastão.* 22. Foi pela fé que José, quando estava para morrer, fez menção da partida dos filhos de Israel e dispôs a respeito dos seus despojos. 23. Foi pela fé que os pais de Moisés, vendo nele uma criança encantadora, o esconderam durante três meses e não temeram o edito real. 24. Foi pela fé que Moisés, uma vez crescido renunciou a ser tido como filho da filha do Faraó, 25. Preferindo participar da sorte infeliz do povo de Deus, a fruir dos prazeres culpáveis e passageiros. 26. Com os olhos fixos na recompensa, considerava os ultrajes por amor de Cristo como um bem mais precioso que todos os tesouros dos egípcios. 27 Foi pela fé que deixou o Egito, não temendo a cólera do rei, com tanta segurança como estivesse vendo o invisível. 28. Foi pela fé que mandou celebrar a Páscoa e aspergir (os portais) com sangue, para que o anjo exterminador dos primogênitos poupasse os dos filhos israelitas. 29. Foi pela fé que os fez atravessar o mar vermelho, como por terreno seco, ao passo que os egípcios que se atreveram a persegui – los foram afogados. 30. Foi pela fé que desabaram as muralhas de Jericó, depois de rodeadas por sete dias. 31. Foi pela fé que Raab, a meretriz não pereceu com aqueles que resistiram, por ter dado asilo aos espias. 32. Quem mais direi? Faltar – me – á o tempo, se falar de Gedeão, Barac, Sansão, Jefté, Davi, Samuel e dos profetas. 33. Graças à sua fé conquistaram reinos, praticaram a justiça, viram se realizar as promessas. Taparam bocas de leões, 34. extinguiram a violência do fogo, escaparam ao fio da espada, triunfaram de enfermidade, foram corajosos na guerra e puseram em debandada exércitos estrangeiros. 35. Devolveram vivos às suas mães os filhos mortos. Alguns fora torturados, por recusarem ser libertados, movidos pela esperança de uma ressurreição mais gloriosa36. Outros sofreram escárnio e açoites, cadeias e prisões. 37. Foram apedrejados, massacrados, serrados ao meio, mortos ao fio da espada Andaram errantes, vestidos de pele de ovelha e de cabra, necessitados de tudo, perseguidos e maltratados. 38. homens de que o mundo não era digno! Refugiaram – se nas solidões das montanhas, nas cavernas e nem antros subterrâneos. 39. E, no entanto, todos estes mártires da fé não conheceram a realização das promessas! 40. Porque Deus, que tinha para nós uma sorte melhor, não quis que eles chegassem sem nós à perfeição (da felicidade)
III. O Verdadeiro Jejum .Isaías cap. 58 .
58. 1. Clama em alta voz, sem constrangimentos; fazei soar a tua voz como a corneta. Denúncia a meu povo suas faltas, e à casa de Jacó seus pecados. *2. Sem dúvida eles me procuram dia após dia, desejam conhecer o comportamento que me agrada, como uma nação que houvesse sempre praticado a justiça, sem abandonar a lei de seu Deus. Informam – se junto a mim sobre as exigências da justiça, Desejam a presença de Deus. 3. “De que serve jejuar, se com isso não vos importais? E mortificar – nos, se nisso não prestais atenção?” É que no dia de vosso jejum, só cuidais de vossos negócios o oprimis todos os vossos operários. *4. Passais vosso jejum em disputas e alterações, ferindo com o punho o pobre. Não é jejuado assim, Que fareis chegar lá em cima vossa voz.*5. O jejum que me agrada porventura consiste em o homem mortificar – se por um dia? Curvar a cabeça como um junco, Deitar sobre o saco e a cinza? Podeis chamar isso um jejum, Um dia agradável ao senhor? 6. Sabeis qual é o jejum que eu aprecio? – diz o senhor Deus: É romper as cadeias injustas, Desatar as cordas do jugo, mandar embora livres os oprimidos, e quebrar toda espécie do jugo. 7. É repartir seu alimento com o esfaimado, dar abrigo aos infelizes sem asilo, vestir os maltrapilhos, em lugar de desviar – se de seu semelhante.8. Então tua luz surgirá como a aurora, e tuas feridas não tardarão a cicatrizar – se; Tua justiça caminhará diante de ti, e a glória do senhor seguirá na tua retaguarda9. Então às tuas invocações, o senhor responderá, e a teus gritos dirá: Eis – me aqui! . Se expulsares de tua casa toda a opressão, os gestos malévolos e as más conversações;* 10. Se deres do teu pão ao faminto, se alimentares os pobres, tua luz levantar – se – á na escuridão, e tua noite resplandecerá como o dia pleno. 11. O senhor te guiará constantemente, alimentar – te – á no árido deserto, renovará teu vigor. Serás como um jardim bem irrigado, Como uma fonte de águas inesgotáveis. 12. Reerguerás as ruínas antigas, reedificarás sobre os alicerces seculares; Chamar – te – ão o reparador de brechas, O restaurador das moradias em ruínas. 13. Se te abstiveres de calcar aos pés o Sábado, de cuidar de teus negócios no dia que me é consagrado, se achares o Sábado um dia maravilhoso, se achares respeitável o dia consagrado ao senhor, se tu o venerares não seguido os teus caminhos, não te entregando às tuas ocupações e às conversações,* 14. então encontrarás tua felicidade no senhor: eu te farei galgar as alturas da terra, e gozar a herança de Jacó, teu pai; porque a boca do senhor falou.

banner_370x150
logo_arautos do evangelho 3
cinza
© Clube dos Endividados 2013. Todos os Direitos Reservados
Visitas: conter12
Produzido por Gestão Ativa Soluções Web